• atendimento@beg.inf.br 
  • (51) 3562-3705 
  • Joaquim Pedro Soares 500, Sala 44 - Centro, Novo Hamburgo - RS - CEP: 93510-320
Quarta, 05 Agosto 2015 01:42

Oracle (finalmente) migra todos seus serviços para nuvem

Fabricante apresentou 24 novas soluções para ajudar seus clientes a avançarem para um ambiente cloud

A transição da Oracle para a nuvem finalmente está completa – ou algo muito perto disso. Para atingir tal status, a provedora lançou novos serviços, que garantem às empresas todas as ferramentas necessárias para tocarem suas operações em ambiente cloud. Entre as novidades estão ofertas de computação, armazenamento e gerenciamento de dados aderentes ao conceito.

 

A fabricante indica ter atingido a totalidade da migração rumo à nuvem com a apresentação de 24 novas ferramentas – o que, de acordo com a companhia, a torna “a única fornecedora de TI com uma linha completa de serviços de software, plataforma e serviços de infraestrutura” em cloud.

O anúncio marca uma mudança significativa na postura da empresa em relação a um posicionamento histórico, quando Larry Ellison minimizou a nuvem, classificando o tema como uma moda passageira. O executivo aparenta ter mudado sua mentalidade, agora exaltando a atividade da empresa no setor.

“Somos capazes de ressaltar a totalidade de nosso pacote de serviços na nuvem. Com o anúncio, todas as aplicações de data centers podem ser movidas para a Oracle”, garantiu o executivo.

A mudança não se resume à boa vontade do executivo. Em boa parte, se deve à queda da receita com licenciamento de software. Segundo relatório divulgado semana passada, a diminuição foi de 17% em comparação ao mesmo trimestre do ano anterior. No mesmo período, a receita com serviços em nuvem aumentou 29%, levando a fabricante a recorrer ao ambiente cloud para impulsionar seu crescimento.

“Em 2012, a Oracle mal estava no mercado de software como serviço”, admitiu Ellison, indicando que a empresa agora conta com mais de mil organizações usando suas soluções. “Alcançamos uma grande vitória com o ERP na nuvem. Crescemos muito mais rapidamente que a Salesforce.com”, disparou.

Na visão do executivo, cloud desencadeou mudanças fundamentais no mercado de TI corporativa, levando os maiores competidores, SAP e IBM, a perderem o posto. “Nós basicamente não vemos nenhum dos dois na nuvem. É extraordinário”, pontuou Ellison, sinalizando a Salesforce e a Workday como os atuais grandes concorrentes.

“Anteriormente tímida com relação às iniciativas em cloud, a Oracle passa a se acostumar lentamente em ser uma fornecedora desses serviços”, assinalou Charles Eschinger, vice-presidente de pesquisas do Gartner.

Nos últimos 18 meses, a fabricante contratou um número de executivos “nativos da nuvem”, incluindo Shawn Price (vindo da SAP) e Peter Magnusson, que trabalhou na Google e no SnapChat.

Apesar da entrada tardia da empresa no mercado da nuvem, a Oracle tem alguns diferenciais, argumentou Ellison, como a compatibilidade com software existente on-premise que compõe seu portfólio. “Quando programamos um ERP, ele se baseia em serviços já disponíveis na Oracle Cloud. Ao estender essa aplicação, você usa a mesma plataforma. Nem todas as empresas fazem isso”, comentou.

“Uma de nossas estratégias é oferecer as mesmas tecnologias instaladas e em nuvem, de forma a ser fácil mover isso de um ambiente ao outro, bastando apertar um botão”, comentou o presidente. O outro diferencial, segundo ele, é a aderência aos padrões da indústria, como o uso de Java ou do sistema operacional Linux, desenvolvido por partes independentes e cujas especificações continuam abertas.

“Os padrões da indústria ajudam a garantir interoperabilidade ao longo de diversos aplicativos, mas não são tão padronizados na nuvem”, pontuou Ellison. “Nós aprendemos a importância dos padrões ao longo das décadas com a tecnologia instalados. Os fornecedores que correm para nuvem às vezes esquecem essas coisas”.

O serviço de armazenamento de arquivos da Oracle, por exemplo, baseia-se no Network File System (NFS), padrão da indústria para dispositivos de armazenagem anexados à rede. Sua adoção permite que empresas movam facilmente suas aplicações sustentadas em NFS on-premises para um funcionamento na nuvem.

“Agora, a Oracle oferece um conjunto mais amplo de software como serviço do que qualquer outra empresa de software ou de nuvem, com opções on-line para ferramentas ERP, recursos humanos, desempenho corporativo e da cadeia de suprimentos”, enalteceu Ellison.

Os outros provedores de nuvem a quem o executivo se refere têm foco primário em conjuntos de serviços: a Salesforce.com, por exemplo, se concentra em serviços de software e a Amazon Web Services em ofertas de infraestrutura.

A nova oferta para o ambiente cloud

Entre as novas ofertas da companhia está um conjunto de serviços de computação -- antes a maior lacuna no portfólio da provedora -- que dão aos consumidores modos de operar qualquer aplicação na nuvem Oracle.

Também foi apresentado um número de serviços em nuvem integrados, que buscam ajudar as empresas na mudança de suas operações para a plataforma, incluindo uma solução para desenvolvimento e operação de aplicativos móveis puramente a partir da nuvem da fabricante.

Outros lançamentos contemplam um serviço integrado para permitir às empresas a combinação de múltiplas aplicações corporativas em sistemas completos e as novas ferramentas de armazenamento e processamento de serviços.

“A ideia por trás dos novos produtos é tornar a Oracle uma empresa que forneça todo o necessário”, afirmou Inderjeet Singh, vice-presidente executivo da fabricante. “Nós temos uma vasta base de consumidores que desejam nosso software, mas que não necessariamente o rodam”.

A provedora afirma que suporta mais de 70 milhões de usuários conduzindo cerca de 33 bilhões de transações todos os dias com seus serviços de nuvem, que rodam em 19 data centers espalhados pelo mundo, respondendo coletivamente por mais de 700 petabytes de armazenagem.

A Oracle passa a oferecer o Mobile Cloud Service, série de ferramentas para o desenvolvimento de apps para Android e iOS que roda inteiramente em cloud. O desenvolvedor pode usar o serviço para construir uma interface de usuário e configurar uma API para troca de dados.

Todo o desenvolvimento é feito inteiramente dentro de um navegador, eliminando a necessidade de instalação de software em cada desktop. Os desenvolvedores podem usar uma gama de idiomas ou o Mobile Application Framework da Oracle. O serviço também está incluído no kit de desenvolvimento de software (SDK), que possibilita aos desenvolvedores usarem seus apps como instrumentos para saberem quem os usa, como e por quê.

 

“O framework é a pedra angular de nossa estratégia de desenvolvimento móvel", sinalizou Singh. “Os desenvolvedores não só podem usar a linguagem Java da Oracle como também a Node.js, a JavaScript e a Ruby on Rails”.

As novidades anunciadas incluem o Integration Cloud Service, meio para que as organizações configurem suas diferentes aplicações corporativas e serviços de nuvem para trabalharem juntos. “Nada precisa ser instalado. Você mapeia os serviços juntos e clica para implementar. É só isso”, explicou o executivo.

Já o Business Intelligence Cloud Service foi atualizado com novas ferramentas de visualização de dados, “projetadas para o usuário corporativo e não para o cara da TI”, nas palavras de Singh. A Oracle indica que continuará a desenvolver novos serviços para a nuvem, mas ressalta que todos os básicos, necessários para uma operação completa na nuvem, já estão disponíveis.

 

Informações adicionais

  • Fonte: IDG News Service - 23 de Junho de 2015
Última modificação em Quarta, 05 Agosto 2015 02:08

NOSSOS CLIENTES

afubra
herval
agrale
taurus
Farmacias Sao Joao
boxprint

QUEM SOMOS

Empresa especializada em tecnologia de banco de dados, formada por uma equipe de profissionais habilitados nas mais diversas áreas, unindo forças para a construção de uma empresa sólida que une tecnologia e comprometimento com seus clientes.

TWITTER

Inscrições abertas! https://t.co/vlm6IueMwP
Accelerating Enterprise Innovation with Big Data,15 julho 2015 https://t.co/BIFQpPmUVH
Teste do Portal

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CONTATO

  • Endereço: Rua Joaquim Pedro Soares, 500/Sala 44 - Centro, Novo Hamburgo, RS CEP: 93510-320
  • Fone: 51 3562-3705
  • E-mail: atendimento@beg.inf.br